Weather Forecast

PARTILHAR NA REDE

 

A precisar de um pouco de civilização, cansado de tantos trilhos pelo campo ou simplesmente querer conhecer uma das Universidades mais antigas do mundo ainda em funcionamento? Então este passeio é para si!
Do Casal de São Simão a Coimbra são cerca de 50km que certamente fará em menos de uma hora através de um percurso muito pitoresco e variado. Pode ir pela novíssima A13 onde chegará a Coimbra em metade do tempo a troco de algumas portagens!
img_3514Se está com tempo, vá no IC8 até Avelar (direção Ansião) e depois siga as setas para Coimbra, no IC3. Vá devagar para poder apreciar os campos, para não parar nos semáforos e não apanhar nenhuma multa! Na rotunda do Espinhal, deve seguir em direcção a Penela. No entanto, 200 metros após tenha muita atenção porque no Pastor, um café/restaurante à esquerda, pode (diria mesmo, deve) provar o melhor pastel de nata das redondezas.
Assim reconfortado, prossiga até Condeixa e depois Coimbra, tendo em atenção as placas indicativas.
Quando estiver a chegar a Coimbra, saia em direcção à Ponte de Santa Clara. Depois de passar a ponte, vire à direita e estacione o carro, porque o resto do passeio é a pé.
Coimbra é uma cidade tranquila, pitoresca onde a vida universitária assume grande importância. Tente encontrar o posto de Turismo, perto do rio e traga informação detalhada. A Universidade, criada no século XIII, pouco mais de 100 anos após a fundação do país, é facilmente visível já que a sua Torre se observa de qualquer parte da cidade. O pátio da Universidade é formado por um conjunto de edifícios majestosos, datados do século XVIII.
img_3429Tem que visitar a Sala dos Capelos, ainda hoje utilizada para as cerimónias mais significativas da vida universitária (doutoramentos solenes, honoris causa, investidura do Reitor), a Capela de São Miguel onde poderá apreciar um órgão com decoração barroca, a Sala das Armas e finalmente a Biblioteca. É um edifício lindíssimo, onde a arte barroca se img_3421mostra no seu auge ao longo das três salas decoradas com madeira lacada com embutidos deslumbrantes e o tecto com decorações de ilusão de ótica. Antes de sair da biblioteca, desça ao piso inferior, o Depósito, recentemente aberto ao publico, e onde se continuam a catalogar os livros da biblioteca. Descendo mais um piso, fica a Prisão Académica, dotada de instalações perfeitamente capazes de levar ao arrependimento qualquer estudante e talvez mesmo até qualquer professor menos cumpridor das Leis da Universidade. Deixamos uma antevisão virtual do que poderá apreciar.

É necessário pagar a entrada nestes monumentos, mas, se for professor ou aluno de qualquer grau, independente da sua nacionalidade, traga um comprovativo, porque vai ter um desconto que pode ir até 50% na época baixa. Se tiver mais de 65 anos, basta trazer documento comprovativo para beneficiar do mesmo desconto.

img_3400-pEstá na hora de almoçar. Escolha uma das múltiplas alternativas conforme o seu gosto. Dê uma vista de olhos pelo Zé Manel dos Ossos, uma sala pequena, onde seguramente décadas de estudantes passaram grande parte do seu tempo e deixaram versos e mensagens em pedaços de toalha espetados nas paredes. A especialidade da casa são os ossos, que se recomendam. Vá fora de horas, senão vai ter de esperar na rua a sua vez…

img_3497Pode continuar a vaguear pela cidade, visitar os seus monumentos e passar o resto do dia.
Se tiver crianças (ou mesmo sem elas), não deixe de visitar e de se divertir no “Portugal dos Pequenitos”, enquanto constata a nossa pegada no mundo.
Se for fã, não deixe de ouvir o verdadeiro fado de Coimbra no “Fado ao Centro” às 6 da tarde. Consulte o site, faça a sua reserva e disfrute de 50 minutos de boa e genuína música.
Coimbra tem muitos mais pontos de interesse, que se podem conhecer em visitas guiadas pela simpática Go-walks, recém galardoada pela TripAdvisor
Poderá ainda programar a sua visita com maior detalhe e assistir a um evento ou espetáculo que pode descobrir na Agenda7Coimbra ou no site oficial do Turismo de Coimbra.

No regresso ao Casal de São Simão, se tiver necessidade ou mesmo só vontade de repetir o pastel de nata ou provar um rissol de leitão, já sabe que depois de Penela, vai aparecer uma localidade chamada Pastor onde, desta vez à sua direita, vai estar o tal café/restaurante, com o mesmo nome da povoação, à sua espera!